German Lorca

São Paulo, Brasil, 1922. Vive e trabalha em São Paulo.

Em 1948, Lorca ingressou no Foto Cine Clube Bandeirante (FCCB), consagrado pólo de difusão da fotografia moderna na cidade de São Paulo. A convivência com os integrantes estimulou sua decisão de se dedicar profissionalmente à fotografia. As discussões entorno da experimentação fotográfica, promovidas pelo Bandeirante, manifestaram-se na obra de Lorca nos anos iniciais, com as primeiras imagens de observação de rua, nas quais o componente subjetivo já é evidente. Interpretações inovadoras reveladas em seus experimentos fotográficos tornaram-se ainda mais patentes com a composição de abstrações a partir de planos gerais, nos anos que se seguiram. Em 1952, abriu estúdio próprio e foi o fotógrafo oficial das comemorações do IV Centenário da Cidade de São Paulo (1954). Suas fotografias integram os acervos do Museu de Arte Moderna, do Museu de Arte de São Paulo, da Pinacoteca do Estado de São Paulo, da Coleção Porto Seguro de Fotografia, do Banco Itaú e da Cisneros Fontanals Art Museum (Miami).

EM EXIBIÇÃO | NOTÍCIAS

PUBLICAÇÕES