German Lorca

São Paulo, Brasil, 1922. Vive e trabalha em São Paulo.

Em 1948, Lorca ingressou no Foto Cine Clube Bandeirante (FCCB), consagrado pólo de difusão da fotografia moderna na cidade de São Paulo. A convivência com os integrantes estimulou sua decisão de se dedicar profissionalmente à fotografia. As discussões a respeito da experimentação fotográfica, promovidas pelo Bandeirante, manifestaram-se na obra de Lorca nos anos iniciais, com as primeiras imagens de observação de rua, nas quais o componente subjetivo já é evidente. Interpretações inovadoras reveladas em seus experimentos fotográficos tornaram-se ainda mais patentes com a composição de abstrações a partir de planos gerais, nos anos que se seguiram. Em 1952, abriu estúdio próprio e foi o fotógrafo oficial das comemorações do IV Centenário da Cidade de São Paulo (1954).

Atualmente toda sua trajetória é celebrada com uma retrospectiva no Itaú Cultural sobre os 70 anos de seu trabalho fotográfico. Suas fotografias integram acervos nacionais e internacionais, como MoMA (NY), MAM, MASP, Pinacoteca, etc. Lorca completou 96 anos em 2018.

EM EXIBIÇÃO | NOTÍCIAS

PUBLICAÇÕES