Beth Moon

Neenah, EUA, 1956. Vive e trabalha em Nova York

A fotógrafa nascida nos EUA, Beth Moon, ganhou reconhecimento internacional por suas fotografias de platina em grande escala e ricamente coloridas, que estão em coleções públicas e privadas, como o Museu de Belas Artes de Houston, o Museu de Arte de Cleveland, o Museu de Arte Fotográfica de San Diego e o Fox Talbot Museum (Reino Unido) e o Museu de Arte Moderna e Contemporânea de Bolzano, Itália.

Em 2013, a primeira monografia de seu trabalho foi publicada pela Charta Art Books of Milan. Em 2014, a Abbeville Press publicou Ancient Trees: Portraits of Time. Em 2015, a editora alemã Galerie Vevais criou uma edição de arte intitulada La Langue Verte. Em 2015, Abbeville lançou o livro, Ancient Skies: Ancient Trees.

Moon nasceu nos EUA e estudou belas artes na Universidade de Wisconsin. As aulas de pintura, desenho de vida, escultura e design serviriam de base para o trabalho dela na fotografia, que viria anos depois.

Enquanto morava na Inglaterra, ela aprendeu a impressão de platina. Para cada impressão, ela mistura os metais moídos de platina e paládio em uma tintura que é revestida manualmente em papel de aguarela então exposto à luz. Ao experimentar esse processo, seu estilo fotográfico evoluiu. Ela diz: "Há muitas etapas envolvidas na criação da impressão final e elas são tão importantes para mim quanto a captura da imagem".

 

EM EXIBIÇÃO | NOTÍCIAS

PUBLICAÇÕES